domingo, 20 de dezembro de 2015

Resenha: A vida dos Beatles, Hunter Davies, Best Seller

País de Origem: Inglaterra
Ano da 1ª edição original: 1968
Ano da edição brasileira atual: 2015
Nº de páginas: 602

Sinopse: No auge da Beatlemania, Hunter Davies foi o único biógrafo autorizado a acompanhar John, Paul, George e Ringo junto aos amigos, colegas e familiares. Do primeiro contato com a música até a relação com o empresário Brian Epstein, as histórias de infância e adolescência dos integrantes da maior banda de todos os tempos são reveladas, assim como o processo criativo de seus álbuns. Ao longo de 18 meses, Davies reuniu um material íntimo e exclusivo — incluindo um sensacional encarte de fotos —, que se tornou referência a outros autores e admiradores. Repleta de detalhes e entrevistas, esta biografia traz também as histórias completas do Fab Four e uma letra de música escrita por George Harrison descoberta recentemente. O profundo conhecimento de Davies sobre a história do grupo e seu apelo duradouro fazem desta a biografia definitiva dos Beatles, a única produzida com a colaboração e o incentivo dos próprios músicos. The Beatles é uma leitura obrigatória e prazerosa para todos os fãs.

Fonte: http://goo.gl/V4vmsl



MINHA EXPERIÊNCIA DE LEITURA

No mês de aniversário da morte de John Lennon, decidi ler uma biografia dos Beatles. Escolhi 'A vida dos Beatles', de Hunter Davies, presente na minha lista dos '10 Melhores livros sobre John Lennon e os Beatles' e a única biografia autorizada pelos garotos de Liverpool. Davies escreveu o livro quando os Beatles ainda estavam na ativa, no longínquo ano de 1968, logo após a gravação do discaço Sgt. Peppers (considerado o melhor da carreira deles e um dos 5 melhores discos de Rock de todos os tempos, pra dizer o mínimo). 

Apesar de extensa (são 600 páginas!), a obra proporciona uma leitura rápida para os fãs dos Beatles - ou mesmo para aqueles que querem saber sobre a consolidação do Rock'n'Roll e a influência das bandas inglesas nos EUA. Histórias engraçadas, inusitadas, inacreditáveis e tristes permeiam as páginas desse calhamaço, e nos deixam fascinados com a história do surgimento da maior banda de Rock de todos os tempos, contada pelos próprios integrantes. No entanto, nada é muito aprofundado, e o tom contido de Hunter Davies ao falar sobre o uso de drogas pelos quatro ou evitando citar a homossexualidade do empresário Brian Epstein me incomodaram. Mas são compreensíveis: trata-se de uma biografia encomendada e portanto "chapa branca", além de ter sido escrita em uma época muito pudica.

Confesso que algumas partes me entendiaram, principalmente quando Davies começa a mencionar detalhes que, pelo menos a mim, não interessam: como descrever as casas em que os quatro moravam à época (em detalhes) e as casas que eles deram de presente para seus pais/parentes. Essas páginas poderiam ter sido utilizadas para falar mais sobre o que realmente interessa aqui: o processo criativo em estúdio, que é citado, mas superficialmente. 

Apesar dos pontos fracos do livro, no entanto, menosprezar a obra seria injusto. Não li outra biografia dos Beatles (como a de Bob Spitz, elogiadíssima), mas considero a obra de Davies uma ótima introdução à história da banda, ou mesmo do Rock'n'Roll, e uma leitura gostosa, leve e divertida. 



VEREDITO



Um livro que, se não chega a ser fundamental para se conhecer os Beatles, pode ser considerado essencial na estante de qualquer fã do quarteto, além de trazer informações muito interessantes. Divertido, leve e de rápida leitura, apesar dos seus defeitos, é recomendável para aficcionados por música.

Uma boa leitura.

Nota:
3/5

Baixar
Comprar