terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Resenha: Correr, Drauzio Varella, Companhia das Letras

País de Origem: Brasil
Ano da edição brasileira atual: 2015

Sinopse: Drauzio Varella é oncologista, autor de best-sellers, voluntário numa prisão, pesquisador do uso medicinal de espécies amazônicas e ainda celebridade na TV. Mas consegue há mais de vinte anos conciliar esse atribulado dia a dia com a prática regular de exercício físico. Para ele, correr não é só um hobby: é o que lhe dá o equilíbrio para enfrentar os desafios da vida.
Drauzio conta como e por que decidiu espantar o sedentarismo; relata o desafio da primeira maratona; nos dá um panorama da história das corridas desde sua suposta origem na Grécia antiga; oferece informações médicas sobre a prática; e, de quebra, nos leva de "carona" num passeio sensível pela alma humana. Leitura indispensável para corredores e futuros corredores.




MINHA EXPERIÊNCIA DE LEITURA

Pense em uma maratona de 42 quilômetros e em toda a preparação física, treinamento e esforços necessários para que um indivíduo consiga completar uma prova dessas. Você conseguiria corrê-la? Eu, na minha atual condição sedentária, não conseguiria nem 1 quilômetro. Pois Drauzio Varella, o mais famoso médico brasileiro e presença constante em quadros do Fantástico (Rede Globo) e em campanhas do Ministério da Saúde, com 72 anos de idade, corre maratonas no Brasil e em vários lugares do mundo. Um feito e tanto para um senhor dessa idade.

No livro ‘Correr’, mais novo lançamento do médico, ficamos sabendo como e quando Varella decidiu abandonar seu sedentarismo e começar a praticar um esporte que é cada vez mais popular no Brasil: a corrida de rua. Esporte simples, barato e acessível a todo mundo, porque basta um tênis, um calção e uma camiseta para praticá-lo. E essa facilidade me levou a refletir no porquê da nossa sociedade, mesmo assim, ser tão sedentária e no porquê de estarmos passando por uma epidemia crescente de obesidade no país e em muitos países ao redor do mundo.

A escrita do Drauzio é natural, fluida, simples e ao mesmo tempo muito elegante. Sou sua fã desde que li ‘Carandiru’, uma obra indispensável para qualquer brasileiro. Quando você lê um livro dele, é como se estivesse ouvindo histórias de um amigo na mesa do bar. Neste caso, histórias reais da relação do autor com o esporte e com sua saúde, que me fizeram repensar o meu próprio sedentarismo e a forma com que lido com meu corpo. Cheguei à conclusão de que posso cuidar muito melhor dessa que é a minha mais importante morada.

Penso que essa é a reflexão mais importante que o livro traz ao leitor: por que somos sedentários, mesmo sabendo dos malefícios à saúde e mesmo com a variedade de atividades físicas existentes que são acessíveis a todos? O autor deixa claro que correr, além dos óbvios benefícios, é prazeroso e nos permite enxergar a cidade de ângulos diferentes, em uma simbiose com o ambiente que nos rodeia que é impossível vivermos no interior de nossas casas, prédios, metrôs e carros. Correr é dar vazão à nossa natureza ancestral e às capacidades e necessidade de nosso corpo, que foi feito para se movimentar e vencer desafios.

VEREDITO

Uma obra leve, de rápida leitura, descontraída, bem escrita e provocativa, ‘Correr’ é mais um dos sempre ótimos livros escritos por Drauzio Varella. Um livro recomendado para corredores ou não, e necessário em uma sociedade cada vez mais sedentária e menos interativa com seu ambiente.

Leitura obrigatória!

Nota:

5/5