segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Resenha: Demolidor - A queda de Murdock, Frank Miller & David Mazzuchelli, Salvat/Panini Comics (Marvel Comics)


Esta é uma daquelas obras que você ouve falar tanto que um dia se cansa e diz: “tá, tá, eu vou ler”. E como ouviu falar muitíssimo bem, vai com imensa sede ao pote – o que é um risco, já que quanto maior a expectativa, se não correspondida, tanto maior será a decepção. E Frank Miller entrega para o leitor uma HQ que não só corresponde às expectativas como, às vezes, as supera.
Sinopse: A história da queda do Demolidor, narrada por Frank Miller e David Mazzucchelli, em edição encadernada. Karen Page, outrora o grande amor de Matt Murdock, vendeu a identidade secreta do Homem Sem Medo por uma dose de heroína. Agora, o Demolidor deve encontrar forças enquanto o Rei do Crime emprega todos os seus recursos para derrubá-lo ao ponto mais baixo que um ser humano pode chegar.
Fonte: http://www.livrariacultura.com.br/p/demolidor-a-queda-de-murdock-11034229

“A queda de Murdock” é um quadrinho denso, adulto, que trata da derrocada de um herói cuja identidade secreta é entregue de bandeja para o seu maior inimigo. Estamos falando do Demolidor, cujo nome verdadeiro é Matt Murdock, e seu inimigo número um, o Rei do Crime. A HQ, como o próprio título indica, foca no homem Matt Murdock – suas amizades, seus amores, sua carreira como advogado, seus traumas de infância, e como todo o seu mundo de segurança, seu porto-seguro proporcionado pela vida que leva como advogado respeitado e bem sucedido, vai ruindo à medida que os planos de vingança do Rei do Crime vão se concretizando.






O estilo inconfundível de Frank Miller, que mescla certa dose de cinismo com diálogos rápidos mas impactantes, e personagens profundamente perturbados, faz a leitura desta HQ não só ser divertida, como também uma grande experiência literária. Aliado a isso temos David Mazzuchelli com o seu traço inconfundível, sujo, estilizado, e que combina perfeitamente com o tom da história. Uma dupla perfeita que foi responsável pela criação de “Batman – Ano Um”, outra obra-prima dos quadrinhos.
Esta é uma daquelas obras obrigatórias que estão em qualquer lista de melhores HQs de todos os tempos. Mais do que recomendada!

Nota:
5/5