sábado, 10 de janeiro de 2015

Dossiê: J. K. Rowling, a maga das histórias

  Ficheiro:JKRowlingsignature.png
Dados Pessoais

Joanne Rowling, nascida em 31 de julho de 1965 na Inglaterra, é bacharel em Artes pela Universidade de Exeter, tendo sido professora e secretária bilíngue na Anistia Internacional antes de seu sucesso como escritora. Suas obras receberam influências, principalmente, de T. H. White, Elizabeth Goudge, Jessica Mitford, Diana Wynne Jones, Marion Zimmer Bradley, C.S. Lewis e J. R. R. Tolkien.


Início da Carreira

Segundo seu perfil na Wikipedia, “depois de trabalhar na Anistia Internacional em Londres, Rowling e seu então namorado decidiram então se mudar para Manchester. Em 1990, enquanto ela estava em uma viagem de trem de quatro horas atrasado de Manchester a Londres, a idéia para uma história de um jovem menino frequentar uma escola de magia "veio totalmente formado" em sua mente. Rowling disse ao The Boston Globe que "Eu realmente não sei de onde veio a ideia. Começou com Harry, então todos esses personagens e situações vieram inundando na minha cabeça". A autora passou 7 anos (de 1990 a 1997) escrevendo ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’, primeiro livro da série.
Quando, enfim, conseguiu terminar de escrever o livro, enviou o manuscrito a um agente literário. Recebeu o texto de volta, acompanhado de uma polida carta de recusa. Mas Joanne não desistiu. Teve mais sorte com o segundo agente literário, Christopher Little, que acreditou no potencial da história e a ofereceu à editora Bloomsbury. Em junho de 1997, o primeiro livro com as aventuras de Harry Potter foi lançado na Inglaterra. A Bloomsbury sugeriu que a escritora usasse as iniciais em vez do primeiro nome, por achar que leitores meninos poderiam ter preconceito em relação a um livro escrito por uma mulher. Como só tem um nome próprio, Joanne resolveu acrescentar a letra “K”, tirada do nome de sua avó favorita, Kathleen. Nasceu, assim, J. K. Rowling.
O primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal, recebeu algumas resenhas elogiosas e não demorou a entrar na lista dos mais vendidos. Com o adiantamento que recebeu da editora, J. K. Rowling – que então se sustentava dando aulas de francês – pôde se dedicar exclusivamente à literatura.
Fonte: http://super.abril.com.br/cultura/bruxa-criou-harry-potter-445103.shtml

Número de livros vendidos

Só os livros da série Harry Potter já venderam mais de 450 milhões de cópias em todo o mundo, configurando a série de livros mais vendida de todos os tempos. Ainda não se tem números exatos sobre a vendagem das outras obras da autora.


Obras publicadas no Brasil




Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 1997 no Reino Unido e em abril de 2000 no Brasil
Páginas: 263
Edições/Editoras no Brasil: Rocco


"O livro merece o sucesso mundial que obteve. Não será diferente no Brasil. Nós, autores brasileiros de literatura para jovens, devemos dar a mão à palmatória: a senhora Rowling conhece o caminho das pedras".



Essas foram as palavras do prestigiado autor infanto-juvenil brasileiro, Pedro Bandeira, na ocasião da publicação do livro no Brasil, há 15 anos. A primeira obra de J. K. Rowling simplesmente não pode ser ignorada, dada a sua influência gigantesca e permanente na cultura pop e na geração dos anos 1990/2000. Tendo vendido cerca de 120 milhões de cópias em todo o mundo (e continua vendendo muito), é uma história de fantasia para crianças muito bem escrita e cheia de profundidade, que fala sobre perda, lealdade, amizade, bondade e superação.


Prêmios:
Vencedor de três “Smarties Gold Awards Nestlé”.
Melhor livro infantil e melhor romance de 1997, pela “FCBG”.
Foi escolhido pela “Birmingham Cable” como o melhor livro infantil de 1997.
Melhor livro brochura de 1998, pela “Young Telegraph”.
Livro do Ano, pelo “British Book Awards”.
Vencedor do prêmio “Sheffield”, como melhor livro infantil de 1998.
Ganhador do prêmio “Whitaker Platinum Book Award 2001″.


Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 1998 no Reino Unido e em agosto de 2000 no Brasil
Páginas: 287
Edições/Editoras no Brasil: Rocco

Prêmios:
Medalha de Ouro no Nestlé Smarties Book Prize 1998.
Melhor livro infantil e melhor romance de 1998, pela FCBG.
Vencedor do Scottish Arts Council, prêmio de melhor livro infantil de 1999.
Melhor livro de 1999, pela “Nort East”.
Melhor livro de 1998, pela “Nort East Scotland”.
Livro do Ano, pelo “British Book Awards”.
Vencedor do prêmio “The Booksellers Association” / Melhor Autor do ano de 1998.
Ganhador do prêmio “Whitaker Platinum Book Award 2001″.


Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 1999 no Reino Unido e em dezembro de 2000 no Brasil
Páginas: 348
Edições/Editoras no Brasil: Rocco

Prêmios:
Medalha de Ouro no Nestlé Smarties Book Prize 1999.
Prêmio Whitbread livro infantil do ano de 1999.
Prêmio Whitbread de melhor livro infantil de 1999.
Melhor romance de 1999, pela FCBG.
Livro do Ano, pelo “British Book Awards”.
Vencedor do prêmio “The Booksellers Association” / Melhor Autor do ano de 1998.
Ganhador do prêmio “Whitaker Platinum Book Award 2001″.


Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 2000 no Reino Unido e em junho de 2001 no Brasil
Páginas: 584
Edições/Editoras no Brasil: Rocco

Prêmios:
Melhor livro de 2001 pela Scottish Arts Council.
Prêmio Children’s Book Award categoria de 9-11 anos em 2001.
Vencedor do Prêmio Hugo.
Prêmio Whitaker’s livro de platina 2001.


Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 2003 no Reino Unido e em novembro de 2003 no Brasil
Páginas: 704
Edições/Editoras no Brasil: Rocco






Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 2005 no Reino Unido e em novembro de 2005 no Brasil
Páginas: 512
Edições/Editoras no Brasil: Rocco

Prêmios:
Melhor livro, pelo “Nickelodeon Kids Choice Awards”.
Melhor livro infantil, na categoria Leitores Jovens de 8 a 12 anos, de acordo com o Royal Mail Awards.
Foi escolhido pelo “American Library Association” como o livro favorito dos jovens.
Melhor novo livro do ano, pela revista “Entertainment Weekly”. “Best Seller Award” dos EUA.
Livro do Ano, pelo “British Book Awards”.
Vencedor da “Sweepstakes Nation-wide Scholastic” da biblioteca pública no dia da estreia.


Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 2007 no Reino Unido e em novembro de 2007 no Brasil
Páginas: 592
Edições/Editoras no Brasil: Rocco

Prêmios:
Ganhou o prêmio Berkshire Children’s Book Award (2007).
Indicado à categoria de “Melhor Livro” do Nickelodeon Kid’s Choice Awards 2007 britânico (2007).
Indicado como “Livro Favorito” no K-Zone Awards (2007).
Indicado como “Melhor Livro” no Nickelodeon Kid’s Choice Awards (2007).
Nomeado ao Nébula Awards 2007 na categoria “Melhor Romance” (2007).
Eleito o “Melhor Livro de 2007″ pelo site americano de vendas online Amazon (2007).
Eleito o “Livro do Ano” pelo jornal americano USA Today (2007).
Eleito o oitavo “Melhor Livro de Ficção” na lista da revista americana Time (2007).
Eleito um dos “10 Livros Notáveis Infantis de 2007″ em lista elaborada pelo jornal americano The New York Times (2007).
Eleito um dos “100 Livros Notáveis Infantis de 2007″ em lista elaborada pelo jornal americano The New York Times (2007).


Por que a série merece ser lida?

Eu, que li a série na idade adulta, posso afirmar que, apesar de ser uma obra infantil, é madura e complexa o suficiente para ser apreciada por pessoas de qualquer idade. Na verdade, é interessante perceber o amadurecimento dos personagens, da trama e da própria escrita da autora ao longo dos sete livros. Se Harry era apenas um garotinho órfão em “A Pedra Filosofal”, em “As Relíquias da Morte” ele está se tornando um homem e seus problemas, que já eram grandes no começo, tornam-se maiores e mais assustadores. Possui um final surpreendente no que diz respeito ao destino de alguns personagens, e que, se não agrada a todos, é bastante lógico e convincente. Afinal de contas, apesar de ser uma história de fantasia, Rowling, desde o começo, não hesitou em retratá-la com os dois pés no chão, inserindo na trama temas como abandono, traição, morte, sofrimento, decepção, perda e maldade de formas bem realistas. Talvez esta seja a principal razão da grande identificação que tantos leitores têm com a história de Harry Potter. Este é um conto de fadas que mescla modernidade com antiguidade e fantasia com doses, algumas vezes, generosas de realismo – o que sacia nossa necessidade por sair um pouco da realidade cotidiana e, ao mesmo, aguça nossa empatia pelos personagens que enfrentam os mesmos problemas que nós enfrentamos no mundo real.


Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 2001 no Reino Unido e em novembro de 2001 no Brasil, sob o pseudônimo Newt Scamander
Páginas: 63
Edições/Editoras no Brasil: Rocco







Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em no Reino Unido e em novembro de 2001 no Brasil, sob o pseudônimo Newt Scamander
Páginas: 63
Edições/Editoras no Brasil: Rocco
                                        






Gênero: Fantasia
Ano de Publicação: em 2008 no Reino Unido e em novembro de 2008 no Brasil, sob o pseudônimo de Beedle, o Bardo
Páginas: 128
Edições/Editoras no Brasil: Rocco








Título: Morte Súbita
Gênero: Drama
Ano de Publicação: em 2012 no Reino Unido
Páginas: 512
Edições/Editoras no Brasil: Rocco
Resenha: [AQUI]







Gênero: Romance Policial/Thriller
Ano de Publicação: em 2013 no Reino Unido
Páginas: 448
Edições/Editoras no Brasil: Rocco
Resenha: [AQUI]









Título: O bicho-da-seda
Gênero: Romance Policial/Thriller
Ano de Publicação: em 2014 no Reino Unido
Páginas: 464
Edições/Editoras no Brasil: Rocco
Resenha: [AQUI]








Por que esses livros merecem ser lidos?

Em 2012 J. K. Rowling surpreendeu o mundo com o lançamento de "Morte Súbita", um drama adulto e muito bom sobre uma cidadezinha no interior da Inglaterra. Esse livro está sendo adaptado para a TV pela BBC. Em 2013 ela lançou, através de um pseudônimo - Robert Galbraith - o primeiro livro da série do detetive Cormoran Strike, "O chamado do Cuco". Logo vazou que na verdade o Robert era a autora de Harry Potter, e a obra virou um best-seller. Ano passado foi lançada a continuação "O bicho-da-seda". Os três livros são ótimos e merecem ser lidos, sim. Além disso, provam que J. K. não é autora de uma obra/série e de um gênero só. A autora é mesmo muito talentosa.



Fontes das Informações: