sábado, 23 de janeiro de 2016

Melhores livros e quadrinhos lidos em 2015

O ano de 2016 começou muito bem para mim, fui à São Paulo, conheci a Galeria do Rock e a Livraria Cultura (Conjunto Nacional). Merecidas férias para quem estava precisando descansar bastante e fazer um balanço de 2015. Infelizmente, no quesito quantidade de livros lidos, o ano que passou não foi tão bom para mim quanto 2014, em que li quase 100 títulos, sendo 52 livros e o resto quadrinhos. Em 2015 li apenas 81 títulos, sendo 14 livros e 67 quadrinhos. No entanto, não posso reclamar da qualidade das leituras: fui bastante exigente quanto aos títulos e isso me rendeu apenas ótimas leituras, muitas sensacionais. 

Fazer a lista de melhores leituras do ano foi fácil e me incentivou a permanecer exigente na escolha dos livros nos quais invisto o meu precioso tempo. Aprendi a abandonar os livros ruins logo nas primeiras páginas, a evitar os romances água-com-açúcar young adults "xexelentos" e a não me empolgar muito com lançamentos. Vamos às listas.

10 melhores livros lidos em 2015 



1. Jurassic Park, Michael Crichton

Sou uma ávida consumidora de ficção científica, e 'Jurassic Park' foi uma das melhores obras do gênero que já li. O livro foi a base para o sensacional filme homônimo de Steven Spielberg, e o incluí na lista de 'melhores livros de ficção científica de todos os tempos'.



2. O Planeta dos macacos, Pierre Boulle

Outro grande clássico da ficção científica que foi uma grata surpresa para mim, um grande lançamento da Aleph em 2015 e originou uma grande franquia no cinema. Também está na lista de 'melhores livros de ficção científica de todos os tempos'.



3. A sociedade do anel, J. R. R. Tolkien

As obras de Tolkien dispensam apresentações, e o primeiro livro da trilogia 'O Senhor dos Anéis', uma espécie de Bíblia da alta fantasia, menos ainda. Impossível ficar fora de um top 10.

4. Alta fidelidade, Nick Hornby

Uma obra que prova que livros podem ser leves, despretensiosos e ao mesmo tempo bons. O estilo de escrita inconfundível de Nick Hornby e o protagonista são irresistíveis.


5. Perdido em Marte, Andy Weir

Outro grande clássico da ficção científica que foi uma grata surpresa para mim, um grande lançamento da Aleph em 2015 e originou uma grande franquia no cinema. Também está na lista de 'melhores livros de ficção científica de todos os tempos'.


6. Will Eisner: um sonhador nos quadrinhos, Michael Schumacher

Esta é a biografia de um dos maiores autores de quadrinhos de todos os tempos, o responsável pela popularização e reconhecimento das graphic novels como obras adultas e sérias. Imperdível para fãs do gênero ou quem apenas gosta de ler boas biografias.

7. Correr, Drauzio Varella

Drauzio Varella é, além de um grande médico, um grande escritor. Ler qualquer um de seus livros é uma atividade extremamente prazerosa, e 'Correr' não é exceção. 


8. Até o dia em que o cão morreu, Daniel Galera

Indico todas as obras de Daniel Galera, um dos melhores autores jovens contemporâneos de nosso país. 'Até o dia em que o cão morreu' é um livro curto, cru e necessário para a juventude sem rumo do Brasil.


9. 1984, George Orwell

Simplesmente o meu livro favorito da vida. Obrigatório para qualquer ser humano, um relato assustador de um futuro distópico, totalitarista, sem esperança e possível de existir. Essa foi uma releitura.


10. Crime e Castigo, Fiódor Dostoiévski

Outra grande releitura do ano e um dos livros que mais me marcaram na vida. Não há ninguém que tenha lido 'Crime e Castigo' e não diga que ele é irretocável e transformador. Presença obrigatória em qualquer lista respeitável de melhores livros de todos os tempos.



10 melhores quadrinhos lidos em 2015

 

2015 foi um ano em que li alguns dos melhores quadrinhos já escritos de todos os tempos. Portanto, a minha lista possui apenas obras geniais e indispensáveis. Aprecie-as sem moderação.

1. Sandman, Neil Gaiman


Meu veredito não poderia ser diferente: absolutamente genial! A edição #4, ‘Uma esperança no inferno’, é uma das melhores coisas que eu já li na minha vida. Gaiman sempre figurará no rol dos escritores que provaram para o mundo que as HQs não são apenas para crianças, e Sandman será sempre lida como uma das melhores obras produzidas no âmbito da Literatura do século XX (quiçá de todos os tempos).


2. A saga do Monstro do Pântano, Alan Moore

Só por seu valor histórico, esta obra já valeria a leitura. Não bastasse isso, ela é resultado do gênio criativo de Alan Moore em sua melhor forma. Ou seja, uma história relevante, madura e bonita. Somam-se a isso a arte de Stephen Bissete e a linda colorização de Tatjana Wood. Leia e depois volte aqui para me agradecer a indicação. 


3. Preacher, Garth Ennis


Esta HQ não é recomendada para aqueles que são muito sensíveis a palavrões, violência, ao politicamente incorreto e que não aceitam que a religião possa ser questionada e zoada. Mas caso você não se enquadre em nenhum perfil mencionado, largue tudo o que você estiver fazendo nessa vida e vá ler Preacher! Simplesmente indispensável, pecaminosamente divertida e escrotamente boa.


4. Monster, Naoki Urasawa

Monster é uma obra que me ganhou desde as primeiras páginas. Extremamente adulta, com uma trama envolvente e personagens que chegam a impressionar, é uma prova que existem excelentes mangás para gente grande, e que a cultura japonesa, por meio dos quadrinhos, tem muito a oferecer a todo tipo de leitor.


6. Marvels, Kurt Busiek

Um grande clássico moderno, não só da Marvel Comics, mas dos quadrinhos em geral, “Marvels” é uma obra imperdível e diferente de tudo o que estamos acostumados a ler. Uma obra única, impecável visualmente e com um roteiro muito humano e tocante, é prova de que super-heróis podem sim render excelentes narrativas, que vão além da pancadaria e dos roteiros bobos.


7. X-Men - A saga da Fênix Negra, Chris Claremont

Esta é mais uma obra indispensável que deve ser lida por todos. Mas não apenas por estar no rol dos clássicos: principalmente por ser muito boa, bem escrita, bem desenhada e divertida. Uma HQ excelente que faz jus à importância da escola de mutantes do professor Xavier para o universo Marvel.


8. Homem Animal, Grant Morrison

Esta série é mais uma daquelas obrigatórias para qualquer leitor de quadrinhos. Com um roteiro original e brilhante (cheio de simbolismo, profundidade e filosofia), bons desenhos e uma trama intricada e que mantém a atenção do leitor, certamente estará na minha lista de melhores leituras deste ano. Absolutamente sensacional!


9. Hellblazer - Hábitos Perigosos, Garth Ennis

Uma obra fabulosa e indispensável para os fãs de Hellblazer. Mesmo para aqueles que não o são, mas apenas são amantes da 9ª arte, “Hábitos Perigosos” é obrigatória na lista de leituras.


10. Os Supremos Vols. 1 e 2, Mark Millar


Os Supremos 1 e 2 são duas HQs inteligentes e extremamente divertidas, leitura ideal para quem quer iniciar no universo dos quadrinhos de Vingadores ou apenas para quem quer conferir uma ótima história de super-heróis. A fenomenal arte de Bryan Hitch complementa as ótimas sacadas de Mark Millar, formando uma obra que já nasceu clássica.






E você? Quais foram as suas melhores leituras do ano que se passou? Deixe nos comentários! Curta, compartilhe e participe do blog dando sugestões de posts. Boas leituras!