terça-feira, 27 de outubro de 2015

Testando: Kindle Unlimited, o ‘Netflix’ de livros


Serviço: Kindle Unlimited
Aplicativo: Kindle
Desenvolvedor: Amazon
Disponível para: Android, Windows, iOS, Blackberry e Windows Phone
Valor: até a data deste post existe apenas um tipo de assinatura mensal no valor de R$ 19,90, pela qual você tem acesso ilimitado a todo o acervo da Amazon disponível para o Kindle Unlimited

Todo apaixonado por livros e tecnologia sabe o que são os e-books, os livros eletrônicos que chegaram para ficar e que facilitam – e muito – a vida de nós leitores ocasionais e assíduos. E no quesito venda de e-books no Brasil e no mundo, a Amazon é imbatível. Sendo assim, decidi testar um serviço inovador oferecido pela multinacional: uma assinatura mensal pelo valor fixo de R$ 19,90 que permite o download ilimitado de alguns dos e-books disponíveis no site Kindle Unlimited.

A Amazon permite que o usuário teste o serviço gratuitamente por 30 dias, e só após esse tempo começa a ser faturado em seu cartão de crédito o valor mensal. Esse teste gratuito não tem nenhuma restrição quanto ao serviço pago, permitindo que o leitor tenha uma noção real do serviço, teste todas as suas funcionalidades, conheça a fundo o acervo disponível e decida se vale a pena continuar assinando. Fiz o teste tanto no período gratuito quanto no período pago. Detalhe: se você for testar o serviço gratuito e não for continuar a assinatura, cancele antes do prazo limite para tal, informado no site da Amazon. Se não o fizer, o serviço será renovado automaticamente e o valor do próximo mês será debitado do seu cartão de crédito.

Vamos ao teste.


Pontos Positivos


1. Inovação. Fiquei muito surpresa quando vi que a Amazon havia trazido esse serviço para o Brasil, em uma atitude de respeito pelos consumidores brasileiros e que certamente causará – em longo prazo – uma revolução na forma de se consumir livros no país. Lembrando que esse serviço já estava disponível nos EUA e em outros países antes de vir para cá, e que a empresa trouxe o Unlimited pouco tempo depois de inaugurar sua loja online no Brasil. Ponto para ela.

2. Preço. O valor é extremamente convidativo. Afinal de contas, o que se compra hoje com R$ 19,90? Quase nada. Com esse valor você compra no máximo um livro, ou quadrinho ou mangá. Algumas comics mensais da Panini chegam a custar quase isso, por exemplo.

3. Disponibilidade. O serviço, a princípio, tem como principal foco os usuários do Kindle (em breve teste do modelo Paperwhite 2015 aqui no blog). No entanto, se você não possui um Kindle não há problema algum. A Amazon possui um excelente aplicativo para várias plataformas como iOS, Android, Windows, Windows Phone e Linux. É só baixá-lo gratuitamente na respectiva store da plataforma que você utiliza, possibilitando que o livro seja lido em smartphones, tablets e computadores.


4. Qualidade do aplicativo. Como eu disse acima, o app é excelente. Eu o testei em meu smartphone (Motorola Moto G 1ª geração) e tablet Android (Samsung Galaxy Tab 8.4” T320). O app é leve e fluido e não apresentou qualquer travamento nos dois dispositivos. Ao escolher um e-book no site da Amazon, o mesmo apareceu imediatamente para baixar nos meus aparelhos. Eu li um livro inteiro, com muitas páginas e várias fotos e figuras, e a formatação ficou impecável. Algumas funcionalidade muito práticas – eu diria até essenciais – estão presentes no app, como a possibilidade de mudança da cor do fundo da tela (branco, preto ou amarelada, imitando o papel pólen dos livros), do estilo e tamanho da fonte, da iluminação da tela do aparelho, marcação de páginas, marcação de trechos com várias cores diferentes de marcador e acesso fácil ao índice do livro. Essas funcionalidades são realmente incríveis.


Pontos Negativos


1. Quantidade de títulos de expressão no acervo. Quando você assina o serviço não ganha acesso a todo o acervo da Amazon. Existe uma página específica com o acervo específico para o Unlimited. E, infelizmente, a quantidade de títulos de peso disponíveis não é expressiva. Alguns títulos e autores de sucesso estão lá, como as séries ‘As crônicas de gelo e fogo’, ‘O diário de um banana’, ‘Harry Potter’, ‘Guia politicamente incorreto’, e alguns outros como os livros de John Green, Cassandra Clare, Eduardo Spohr, Jo Nesbo, Bernard Cornwell e Agatha Christie, a obra ‘Will Eisner – um sonhador nos quadrinhos’ (o título que eu li no teste), dentre outros livros muito bons. Mas faltam muitas coisas, como um acervo relevante de títulos de sci-fi, young adult, fantasia, etc. Faltam muitos best-sellers e clássicos, a verdade é essa. No entanto percebe-se que o acervo do serviço está crescendo, e que em uma procura apurada no site é possível que o leitor encontre muita coisa de seu interesse. Por isso é fundamental o período de teste para saber se a assinatura vale a pena para você.



Conclusão


O Kindle Unlimited certamente é um serviço inovador que pode ser, a longo prazo, uma revolução no modo de se consumir livros no Brasil, um mercado que sempre foi pouco inovador. Com um preço acessível e um acervo que, se não atende a um público mais exigente, é ótimo para um começo e possui grande potencial de crescimento para um futuro breve. Seu aplicativo, o Amazon Kindle, possui versões para todas as plataformas e dá acessibilidade a um público de menor poder aquisitivo, visto que todo mundo hoje em dia possui um smartphone em casa. Não ler por razões de "livro é muito caro" se tornou uma desculpa esfarrapada.

Recomendado!

Nota:

4/5